Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2015

ADEMI confirma: Papai Noel existe mesmo!

Imagem
Matéria paga da ADEMI no Globo Niterói deste sábado 19.12.2015 é hilária. Comovente. Não fosse trágica. Mas prima por um dado de realidade que falta à prefeitura de Niterói. Quem teve a oportunidade de assistir a transmissão da sessão da Câmara desta quinta-feira dia 17 pode ver o esforço de convencimento que  a maioria governista fez pra pregar mentiras e manter seus narizes de seus tamanhos originais. Poderíamos até fazer concurso para elegeremos o mais esforçado... Mas voltando aos patrões, a matéria começa com um sincero SE. Se esse que falta a Renato Barandier, subsecretário de Urbanismo; Se que falta à secretária Verena. SE que falta.. aos vereadores governistas, omisso e oportunistas, a maioria ali nem sabe do que trata o Plano. A piada da noite foi responderem que as inúmeras emendas apresentadas, principalmente pela oposição, haviam sido analisadas pela Comissão de Urbanismo presidida por Beto da Pipa! Hahahahahaha... ainda estamos rolando de rir!.. Ao empresário Biot, preside

QUEM FISCALIZA QUEM?!

Imagem
Tempos estranhos esses que vivemos. Hoje, 01.12.2015 nos preparávamos para assistir a votação do Plano Urbanístico Regional para Pendotiba, quando soubemos, em cima da hora, que a mesma havia sido adiada. Sem maiores informações. Paramos para avaliar, ainda que rapidamente, alguns aspectos das inúmeras emendas(*) ao PUR Pendotiba realizadas pelos vereadores. Para nossa surpresa, apenas 6 vereadores apresentam emendas e outros 4, sob o manto protetor da Comissão de Urbanismo, apresentaram emendas em nome da própria secretária de Urbanismo, fato muito curioso. Ora, se uma das principais, senão a principal função do parlamentar é justamente FISCALIZAR o executivo, pareceu-nos franca e aberta a porta de comunicação direta entre o legislativo e o executivo, sem a menor cerimônia, sem disfarces, sem vergonha nenhuma. Resta a dúvida, para que então serve um vereador? Numa Câmara composta por 21 vereadores, eleitos legitimamente (!) pelo povo, e não indicados pela prefeitura, é de suma estranh