Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

Mobilização da Comunidade da Fazendinha no domingo, 28

Imagem
Depoimento de morador da comunidade da Fazendinha no Sapê "Saimos daqui a pé por volta das 10h. Fomos pela estrada Washington Luis ocupando uma pista até o Largo da Batalha e ficamos no trevo da  rua Eng. Pacheco de Carvalho e a av. Rui Barbosa. Quando o sinal fechava o pessoal entrava com as faixas e distribuia panfletos. Tudo sem tumultuar o trânsito; o engarrafamento que se via é normal naquele lugar. Ficamos ali até meio dia e retornamos também pela Washington Luis, como na ida."

Slides apresentados pela comunidade da Fazendinha

Imagem
Estas são as imagens que compõem o datashow apresentado pela Associação da Fazendinha na audiência pública de 29 de agosto de 2011. Estas imagens denunciam de forma bastante clara o terror que vive esta comunidade desde junho de 2010 e que ontem na audiência pública ficou declarado explicitamente que ainda não há projeto, não há nada!  O que há é apenas um croquis de implantação das unidades na área, 'pirotecnia marqueteira' pra ver se enganam os bobos..  Ao final dos slides a lista de reivindicações da comunidade 1. Regularização fundiária das áreas; 2.Transformar a área em área de preservação ambiental; 3. Construção de novas moradias apenas em áreas onde não existem casas; 4. Despoluição do rio Sapê.

Niterói: 'Fazendinha' de alma lavada!

Imagem
A associação de moradores da Fazendinha deve ter tido sua primeira noite de sono depois dessa Audiência Pública de ontem, depois muitas noites perdidas.. A Audiência Pública do dia 29 de agosto 'bombou'! Câmara lotada, pessoas de pé tanto embaixo como nas galerias.  Diversos  representantes do governo também  compareceram,  nunca vi tantos juntos em uma Audiência Pública! Certamente uma estratégia do governo que queria se mostrar representado... Outra estratégia do governo, foi ter convocado a população desabrigada do BI para estar presente pagando - com dinheiro público - seu transporte até a Câmara seguindo o conselho que Maquiavel fez ao Príncipe, alertando sobre a importância de se dividir o povo para garantir a soberania no estado autoritário, conforme alertou brilhantemente o presidente do PSOL, Paulo Eduardo Gomes em seu discurso (desculpe-me se não o cito à altura!).  Claro que todos eram muito benvindos ali, mas como fez o governo, foi feio e covarde. Manipulador e opo

Andando pra trás: Fazendinha, Sapê

Imagem
Mapas da área da Fazendinha, Sapê em 1964...O desmatamento na área fruto das plantações na área...  Em 2005, 41 anos depois a área recupera seu verde.. Mapas com novo polígono definido pelo decreto no. 11.000/2011 que substitui os 6 decretos que desapropriavam a área em 16 de junho de 2010. Em 2011, as áreas verdes mais recuperadas e em azul escuro as áreas que ficaram livres nessa nova desapropriação.. O mapa com o suposto projeto apenas dentro das áreas azuis claras, a nova área desapropriada.. O suposto projeto publicado... remoção total dos habitantes locais, exceto pequena área de favela..que ficou livre nesse novo contorno definido. Interessante.. A fala da Prefeitura de Niterói é de que iriam respeitar as áreas ambientais, no entanto, o Projeto do Bairro 'Modelo da Prefeitura de Niterói' está TOTALMENTE inserido na ZONA DE RESTRIÇÃO DE OCUPAÇÃO URBANA!!!... No mapa abaixo, o suposto 'projeto' está delineado em preto, em amarelo hachurado. Quando o Projeto é da

Entrevista com morador da Fazendinha - Sapê, Niterói

Veja esta entrevista.  Jorge Carvalho faz um impressionante relato sobre o Sítio Carvalho e a área onde cresceu e onde serão removidos mais de 1500 pessoas pela prefeitura de Niterói e implantado projeto habitacional para 7mil familias. Copie e cole o link abaixo no seu navegador . http://www.redetvmais.com.br/entrevista/video/415.html

A verdade sobre a Fazendinha, Niterói - depoimento de uma leitora

Imagem
Tenho muitas informações para passar para esse blog, sobre os antecedentes dessa audiência. O que está saindo na mídia é TUDO MENTIRA, a verdade segue aqui. Sou também uma DESAPROPRIADA DA FAZENDINHA! Vou contar resumidamente o que aconteceu de novo: 1)Fomos traídos novamente. Essa audiência não é mais do Vereador Renatinho, passou a ser da Comissão Executiva da Câmara. Vai ser uma audiência do Legislativo, não mais da Associação de Moradores. Na plenária do dia 24/08 , o requerimento 133/2011 de Renatinho, protocolado em 19 de Agosto , que solicitava a confirmação da data da audiência, foi derrubado, e surgiu um novo requerimento de audiência  138/2011 , da Comissão Executiva, protocolado em 24/08, que foi votado e aprovado por unanimidade. 2)Como a audiência não é mais do Renatinho, não vamos poder apresentar nenhum material que foi produzido pela Associação. Nos restará apenas aquele microfone para fala dos bobos. 3)Dia 25/08, a Associação de moradores teve uma reuniã

Mobilização na Região Oceânica

O Comitê de Moradores da Região Oceânica de Niterói convida a todos os moradores para participarem da manifestação “Drenagem e Pavimentação Já!” onde estaremos colhendo assinaturas em abaixo-assinado e demonstrando pacificamente, nossa insatisfação pela falta de obras de drenagem e pavimentação nos bairros da região. Data: 27/08/2011(Sábado) Horário: Das 9 às 12h Local: Trevo de Piratininga, em frente ao Shopping Multi Center.

Mais um comentário sobre o PLHIS

Recebi este comentário de uma leitora que pelo visto participou de uma das reuniões regionais do PLHIS.  Considero tão importante que dou destaque ao mesmo. "Em uma reunião do PLHIS ouvi um homem humilde reclamando desgostoso que as perguntas feitas pelos técnicos eram muito difíceis, difíceis para eles entenderem. Não tive oportunidade mas gostaria de lhe ter dito: senhor, as perguntas não são difíceis não, elas são irrespondíveis. Cursei 3o. grau e posso lhe afirmar que as perguntas parecem difíceis propositalmente para não serem compreendidas. Na realidade, o questionário e as perguntas que os técnicos desse PLHIS fazem carencem de sentido. O único sentido que tem é fazer parecer que algo está sendo feito, faz parte de uma cena, um teatro. Mais nada. O senhor não entendeu porque não tinha como entender. Desculpe-me por não ter podido lhe esclarecer isso naquela hora... Verônica" Mais sobre o assunto: http://www.desabafosniteroienses.com.br/2011/07/sobre-farsa-do-plhis-em-n

O nome desse vídeo podia ser Niterói..!

Imagem

Gol de Romário na Câmara dos Deputados

23/08/11 por raquelrolnik Leiam o excelente discurso feito ontem por Romário (PSB-RJ), na Câmara dos Deputados, em Brasília, sobre os impactos das obras da Copa e das Olimpíadas na questão da moradia. O texto segue abaixo na íntegra: Senhor Presidente, Nobres colegas, Quem me conhece, quem acompanha minha atuação como parlamentar, sabe que eu, como milhões de brasileiros, estou na torcida para que o país realize da melhor maneira possível a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. É por isso, inclusive, que tenho demonstrado preocupação e cobrado publicamente explicações das autoridades para os atrasos nos preparativos para esses eventos. Por outro lado, assim como vários colegas da Comissão de Turismo e Desporto, tenho procurado chamar a atenção para a necessidade de que esse processo seja conduzido com absoluta transparência, com espírito cívico, e também para que não deixemos em momento algum de ter em mente o legado desses eventos esportivos, isto é

Ruas em Niterói - Quem muda seus nomes?

Imagem
Quem muda os nomes das ruas? Suponho serem uns vereadores que propõem e outros tantos aprovam. Parece uma bobagem, mas... Nomes carregam a história e a memória, no caso de uma cidade. Se são os vereadores que aprovam, aprovaram baseados em critérios políticos e por conseguinte, temporais.  Relacionamos abaixo três casos onde consideramos da maior importância que se reavalie os critérios utilizados, especialmente dado o estranho andar da carruagem que esta cidade vem tomando nos últimos 20 anos, em particular nos últimos 2 e meio.  Vimos alertar para nomes que nos remetem a momentos não tão nobres assim em uma cidade que se vê assolada pelo descaso e abandono.  Buscando retomar de forma simbólica estas rédeas, este blog propõe a reflexão da alteração dos nomes de algumas ruas, aliás, mais que isso, estradas, vias marcantes na cidade, cada uma a sua maneira. Vamos a elas. 1. A   Estrada de Itaipu   sempre foi  Estrada de Itaipu até que um dia um-não-sei-quem mudou seu nome para Est

Mais uma que dança..

Imagem
Icaraí. Rua Lopes Trovão, esquina com Mem de Sá.... Achava que em Icaraí num cabia mais nada?! ha-ha-ha. Cabe!  Pelo menos acham que cabe.  Mais um terreno, mais uma vítima para um Plano Urbanístico mal votado, quer dizer, votado apenas por uns poucos com interesses inescrupulosos..  Esse é o resultado que vimos hoje em nossa cidade. Absolutamente entregue, à especulação, ao caos, ao deus-dará. Esse é o resultado do silêncio, da falta de informação.. Aliás, você sabia que o PUR foi votado em 2002 na Câmara de Niterói, a portas fechadas?! Isso mesmo, Câmara fechada e apenas os espertos lá dentro, rindo da população, rindo dos rios de dinheiro que podiam prever estar ganhando, hoje. Procurem saber quem estava lá dentro, votando, apoiando.. afinal as próximas eleições estão chegando. E ainda falam que o prefeito é ruim de planejamento. Ele planeja muito bem, as próprias finanças! Só está sentado em lugar errado... Prédios se erguem não para abrigar população desvalida desde chuvas de abr

O ESTADO DE DIREITO E O DIREITO AO ESTADO

Fritz Utzeri   Na conversa que tivemos no programa Faixa Livre , da Band-AM , com o professor Carlos Lessa, falamos da conquista do Estado de Direito após o período autoritário, conquista que na prática não faz muito sentido para o cidadão comum,  principalmente para os mais pobres, para os quais tal “Estado de Direito” é, em grande parte, mera abstração.   Que tipo de Estado é o nosso? É justo? Cumpre com suas obrigações para com aqueles que o sustentam com seus impostos? Os interesses da maioria estão nele representados, garantidos e defendidos?   Infelizmente a resposta é não.   O Brasil não é um Estado de Direito. Somos um exemplo clássico de plutocracia. O Aurélio define plutocracia como a influencia do dinheiro, a predominância dos homens ricos, um sistema caracterizado pela “dominação da classe capitalista, detentora dos meios de produção, circulação e distribuição de riquezas sobre a massa proletária mediante um sistema político e jurídico que assegura àquela c